PRF apreendeu 74,78 quilos de cocaína e 141,405 quilos de maconha

fa8b5746-3b5b-4f48-8ebf-bec187044258[1]Durante trabalho de fiscalização, na tarde de quarta-feira (02), em Parnaíba, litoral do Piauí, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) efetuou a prisão em flagrante de três homens, que estavam em um automóvel VW/Gol de cor branca com placas de Piripiri. A prisão aconteceu depois que os policiais acharam cocaína no interior do veículo em que viajavam.

Segundo os policiais rodoviários federias, os acusados transportavam 310 gramas de uma substância branca, com odor e características bem similares a cocaína em seu estado usual de consumo (perícia será feita para confirmar a composição química do material apreendido).

Ao abordarem os suspeitos, os policiais rodoviários federais desconfiaram do nervosismo do trio e resolveram realizar busca pessoal e veicular. No interior do veículo, os agentes acharam a droga empacotada e envolta em um saco plástico. Ao abrir o pacote, identificaram a substância e, como nenhum deles assumiu a posse, os três foram prontamente detidos.

O veículo, o entorpecente e os suspeitos presos foram encaminhados para a Central de Flagrantes em Parnaíba para a adoção das providências legais. Somente no ano de 2015 nas rodovias federais que cortam o Piauí, a PRF apreendeu 74,78 quilogramas de cocaína, 215 gramas de crack, 141,405 quilogramas de maconha, 6.852 pacotes de cigarro contrabandeados e 4.039 unidades de outras substâncias proibidas, contribuindo sobremaneira com a redução da criminalidade e da violência no país.

Vídeo flagra suposto disco voador próximo a pássaros no céu dos EUA

Um vídeo publicado no Youtube vem intrigando internautas de todo o mundo por mostrar um suposto Objeto Voador Não Identificado cruzando o céu de Kentucky, nos Estados Unidos.

As imagens mostram uma espécie de nave com formato semelhante a um grande cigarro atravessando o límpido céu do estado norte-americano.

A certo momento, um grupo de pássaros ‘se assusta’ com a presença do estranho objeto e ‘foge’ do seu alcance. É possível, ainda, ouvir o espanto das pessoas que registraram a cena com a câmera e seus comentários, tentando descobrir se aquilo é um avião, helicóptero ou realmente um disco voador.

Hospital Veterinário vai castrar 80 animais por mês

niversidade Federal do Piauí (UFPI) iniciou no final de semana, no Hospital Veterinário Universitário (HVU), as castrações de cães e gatos. Os animais pertencem a famílias de baixa renda previamente cadastradas no Centro de Zoonoses de Teresina, como determinado no convênio com a Fundação Municipal de Saúde (FMS).

De acordo com diretor em exercício do HVU e coordenador do projeto de castração da UFPI Marcelo Campos Rodrigues, a previsão é de que 80 animais machos e fêmeas sejam castrados por mês, com atendimentos realizados durante os finais de semana. O médico veterinário elencou os benefícios da castração para a comunidade teresinenses, entre elas, a redução do número de animais abandonados.

“Nós teremos a redução do número de eutanásias, redução dos riscos de zoonoses transmitidas pelos animais, redução do número de acidentes, pois os animais para mais de fugir de casa”, enumerou. O professor da universidade, afirma que a cirurgia é bastante rápida e são adotadas técnicas minimamente invasivas, em que os animais voltam para casa ainda no mesmo dia da operação.

Após se recuperar de um AVC, idosa de 89 anos lança livro

Os três anos frequentando corredores, salas e grupos do Centro Integrado de Reabilitação (Ceir) fizeram das irmãs Paulino duas grande personagens que passaram pelo Centro. No entanto, elas fizeram o movimento contrário e decidiram homenagear o hospital e escreveram o livro “Passagem pelo Centro Integrado de Reabilitação de Teresina”, relatando os pacientes que ali se tornaram tão especial quanto elas. Aos 89 anos, as gêmeas univitelinas lançam o livro nesta terça-feira (8), às 10h, na sede do Ceir, em uma manhã de autógrafos.

A parceria com o Centro aconteceu depois de inúmeras tentativas de recuperação da paciente Maria Paulino, após o Acidente Vascular Cerebral (AVC). Anos depois, escutando as recomendações de pessoas próximas, a família se encontrou no Centro. A partir de então, não só uma, como as duas irmãs passaram a frequentar o Ceir, sempre vestidas da mesma forma. Enquanto Maria recebia o tratamento necessário para se recuperar do AVC, Ana Paulino a ajudava todos os dias e passou, após a insistência da primeira, a frequentar um grupo psicológico para tratar o alzheimer.

Irmãs gêmeas tornaram-se personagens do Ceir  (Crédito: José Alves Filho )
Maria Paulino lança o livro nesta terça (08) (Crédito: José Alves Filho )

Segundo a sobrinha das irmãs, Socorro Galvão, Maria Paulino mudou a forma de ver o mundo e a sua condição, após estar em contato com outros pacientes que passavam por reabilitação. “Ela melhorou muito enquanto pessoa e a sua visão de mundo. Ela achava que o seu caso era pior, mas ela passou a descobrir que ela era a melhor ali. Muitos foram os casos de pessoas que estavam em uma situação pior e ela percebeu isso”, relatou.

Entre as percepções do dia-a-dia, Maria Paulino resolveu escrever um livro sobre o aprendizado que adquiriu no Centro. Seus anos como professora de Artes, Religião, além do trabalho como terapeuta ocupacional ajudaram na decisão de escrever, além da paixão pela escrita. “Eu comecei a escrever o livro e quando estava na metade, tive uns problemas de saúde, mas aí meus sobrinhos me ajudaram a continuar a escrever”, contou Maria, que já escreveu livros como Vida Realizada, Partilha e Acervo: Cultural Social e Religioso.

Ana Paulino, a irmã gêmea, era formada em teologia e freira. Deixou os anos como Irmã, assim que Maria sofreu o AVC. Desde então, as duas estreitaram mais ainda a sua ligação, na medida em que Ana acompanhava a irmã. “Quando minha irmã adoeceu, ela teve um derrame, eu resolvi deixar o convento e ajudar ela”, explicou Ana, que também tem um livro publicado A Terra e o homem a história de Pedro II.

Além da reabilitação físico-motora, Maria também frequentava o circulo de conversas de psicologia. Após perceber as mudanças que os diálogos estavam fazendo em sua vida, a professora aposentada convenceu Ana Paulo a também participar, já que esta tinha alzheimer. “No início ela era muito resistente, dizia que eram conversas que não influenciavam em nada, mas depois ela percebeu o contrário e levou a irmã com ela em todas as conversas, já que elas andam sempre juntas”, concluiu a sobrinha.

Maria Paulina já recebeu alta, depois de três anos de tratamento. Seu livro lançado hoje está sendo distribuído aos pacientes e funcionários do Ceir e aos amigos próximos das duas irmãs. O objetivo, segundo elas, foi prestar uma homenagem ao Centro, que passou a fazer parte dos seus cotidianos.

Jones cutuca McGregor ao falar de Holm: “Não treina wrestling ou jiu-jítsu”

Astro do próximo evento numerado do Ultimate, Jon Jones esteve na MGM Grand Garden Arena no último sábado para assistir ao UFC 196 e apoiar sua companheira de equipe, a ex-campeã peso-galo Holly Holm. Em busca de sua própria redenção após ter seu cinturão dos pesos-meio-pesados destituído no ano passado por conta de problemas com a lei, Jones não ficou desanimado com a derrota da amiga para Miesha Tate e garantiu que ela vai reconquistar o título em breve. Ele aproveitou o comentário para dar um “cutucão” em Conor McGregor, que perdeu a luta principal para Nate Diaz após dizer durante a semana que ele, não “Bones”, era omelhor lutador peso por peso do mundo na atualidade.

ufc196_press_conference0040[1]

– Holly vai voltar com sede de vingança. Ela é obcecada com o que ela não faz bem. Muitas pessoas ficam boas em alguma coisa e querem fazer aquilo o dia inteiro. O Conor, por exemplo, é um ótimo boxeador e é isso que ele gosta de fazer, imagino… Acho que ele não tem um treinador de wrestling ou jiu-jítsu, duvido. Holly sempre trabalha no seu wrestling e jiu-jítsu, e agora vai ficar obcecada com essas coisas, com essas posições em que falhou hoje e vai voltar muito mais forte – declarou o ex-campeão dos meio-pesados.

Jones estava com a língua afiada durante o curto bate-papo que teve com a imprensa internacional nos bastidores do evento. Como de costume, deixou uma “patada” em Daniel Cormier, atual campeão de sua categoria e seu adversário no UFC 197, em 23 de abril. Ao ser indagado se gostaria de atuar como comentarista do Ultimate na TV como “DC”, Bones riu e disparou:

– Não quero ser um comentarista, adoro ser um atleta, esse é meu foco. Eu adoro que ele é um comentarista. Vários dias ele está ali frente às câmeras, e eu posso passar meu tempo na academia e ganhar mais distância dele. É bom ele seguir no destaque, praticando para sua carreira após eu derrotá-lo.

Jon Jones está há mais de um ano parado – sua última luta foi uma vitória por pontos sobre o mesmo Cormier em 3 de janeiro de 2015. Ele admitiu que está ansioso pelo retorno ao cage, mas disse que já está trabalhando para diminuir seus efeitos.

– Estar aqui hoje ajuda com o nervosismo de competir de novo. Sempre que estou presente e assisto, penso, “Serei eu em breve”. Absorvo tudo, sinto a torcida e quase finjo que é o “meu evento”. Isso ajuda muito com os nervos, mas no fim das contas, não há nada de errado em ter borboletas (no estômago) se você as fizer voar em formação. Tenho certeza que, quando eu lutar no dia 23 de abril, minhas borboletas vão estar concentradas em formação, e vou entrar lá e lutar bem como sempre faço – contou o lutador.

Batalha de looks: Chrissy Teigen copia estilo de gravidez de Kim Kardashian

Que Chrissy Teigen e John Legend são amigos de Kim Kardashian e Kanye West não é segredo para ninguém: os dois casais são frequentemente vistos juntos, tanto em festas e premiações quanto saindo para jantar e fazendo compras. Talvez seja por isso que Chrissy, de 30 anos, que está grávida do primeiro filho, tenha buscado conselhos de estilo na amiga, que recentemente deu à luz o pequeno Saint, seu segundo filho com o rapper – os dois também são pais da menina North, de 2 anos.

Em uma entrevista recente à edição australiana da revista “InStyle”, Chrissy disse que o maior conselho de Kim foi acentuar a barriga degravidez com looks justinhos. “Ela mandou eu usar peças com stretch”, contou.

Pelo jeito, no entanto, Chrissy tem seguido mais do que apenas os conselhos de Kim, e tem copiado os looks da amiga também. Está duvidando? Selecionamos oito imagens que provam exatamente isso. Confira!

Famosas apostam em decotes e fendas em festas pós-Oscar

Fendas, decotes e muita ousadia. Taylor Swift e Miranda Kerr sempre capricharam no modelito e não foi diferente na festa pós-Oscar da revista “Vanity Fair”, na madrugada desta segunda-feira, 29, em Los Angeles, nos Estados Unidos.

Com vestidos todo recortados, as duas atraíram todas as atenções no tapete vermelho da badalada festa.

As ganhadoras do Oscar Alicia Vikander e Brie Larson, no entanto, também não fizeram feio, assim como Charlize Theron, Jennifer Lawrence, Lady Gaga e o resto das famosas que saíram da premiação e foram direto curtir a festa promovida pela publicação. Veja abaixo.

Miranda Kerr (Foto: Reuters)

Taylor Swift (Foto: Reuters)

Alicia Vikander (Foto: Reuters)

Courtney Love (Foto: Reuters)

Com o petróleo em baixa, por que o preço da gasolina não cai no Brasil?

Em queda desde 2014, os preços internacionais do petróleo vêm atingindo mínimas históricas nos últimos dias. O Brent, principal referência internacional, chegou a tocar os US$ 29,96 pela primeira vez desde 2004, antes de fechar a US$ 30,31 na quarta-feira (13). Para se ter uma ideia, em janeiro de 2013 o preço do mesmo barril era de US$ 113 – ou seja, um barril daquela época poderia comprar quase quatro barris hoje.

Mas mesmo com as notícias sobre as mínimas recordes, o preço da gasolina não cai no Brasil. Isso acontece porque, diferentemente do mercado internacional, a Petrobras fixa os preços dos combustíveis de acordo com critério próprio e também do governo, que é controlador da empresa. O argumento é que, assim, a empresa evita transmitir volatilidade ao consumidor – o preço não sobe e desce o tempo todo.

Dólar passa a operar em alta, mas abaixo de R$ 3,80

dolar[1]Após abrir em queda, o dólar virou e passou a operar em alta nesta segunda-feira (7), após ter fechado em queda na sexta-feira, com a nova fase da operação Lava Jato tendo como alvo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Às 11h19, a moeda norte-americana operava em alta de 0,3%, vendida a R$ 3,7721. Veja a cotação do dólar hoje.

Acompanhe a cotação ao longo do dia:
Às 9h09, queda de 0,01%, a R$ 3,7601.
Às 9h19, queda de 0,26%, a R$ 3,7506.
Às 9h39, queda de 0,38%, a R$ 3,7463.
Às 10h09, queda de 0,01%, a R$ 3,7601.
Às 10h39, alta de 0,44%, a R$ 3,7773.

Na sexta, caiu 1,09%, a R$ 3,7607. Na semana passada, a queda foi de 5,93% – maior recuo semanal desde outubro de 2008, segundo a Reuters. No mês e no ano, há desvalorização acumulada de 6,06% e 4,74%, respectivamente.

Notícias que aumentam a pressão sobre Dilma, alvo de processo de impeachment, vêm sendo bem recebidos pelo mercado, que entende que uma troca no governo pode trazer de volta a confiança e abrir espaço para mudanças na política econômica, segundo a Reuters.

Ainda assim, alguns analistas ponderam que as turbulências políticas podem dificultar ainda mais a governabilidade no presente. Além disso, não é certo que a saída da presidente resultaria em um governo mais apto a promover as reformas econômicas dolorosas que muitos acreditam ser a chave para a recuperação brasileira, acrescentou a Reuters.

Ação do BC
O dólar reduziu as perdas na sexta após o BC vender apenas parcialmente a oferta de swaps cambiais, contratos equivalentes a venda futura de dólares, em leilão para rolagem. Entenda como funciona.

Em seu programa diário de intervenção no câmbio, o BC vem rolando integralmente todos os swaps nos últimos sete vencimentos. Segundo a Reuters, neste mês o BC vinha indicando que rolaria integralmente os swaps que vencem em abril, que correspondem a US$ 10,092 bilhões, vendendo sempre a oferta integral diária de até 9,6 mil contratos. Na sessão passada, porém, vendeu apenas 8 mil swaps, golpeando instantaneamente as cotações –  rolou ao todo US$ 1,790 bilhão em swaps, ou cerca de 18% do total. Se mudar o ritmo e passar a oferecer 8 mil contratos por dia, vendendo sempre o lote integral até o penúltimo pregão, como de praxe, o BC rolará cerca de 85%.

Estrategistas do banco BNP Paribas escreveram em nota clientes que entendem que a rolagem parcial é um sinal de que o BC não permitirá que o dólar caia muito além R$ 3,70.

Vendas de Páscoa devem cair 3,4%, estima CNC

dsc_0042[1]A Páscoa deve ser pouco doce para o varejo brasileiro – e para os consumidores. Segundo estimativa da Confederação Nacional do Comércio (CNC), as vendas do setor devem ter queda de 3,4% este ano, na comparação com o mesmo período de 2015. Já os preços estão bem mais salgados.

Se a previsão se confirmar, será o segundo ano seguido de queda nas vendas do período. Será, também, o pior resultado desde a retração de 5,3% registrada na data em 2004. A melhor Páscoa do varejo brasileiro foi em 2010, quando as vendas cresceram 9,3%, diz a entidade.

A estimativa é que o único setor a registrar alta nas vendas no período seja o de supermercados e hipermercados, com fatuamento R$ 2,8 bilhões maior que em 2015.

Preços
A CNC constatou ainda que a cesta de bens e serviços típicos desta data teve alta média de 13,6% nos preços, a maior desde a Páscoa de 2003, quando subiu 26%. Da cesta pesquisada, apenas os preços das passagens aéreas caíram em relação a 2015.

A alta mais acentuada veio do azeite de oliva, que ficou em média 28,3% mais caro. Também tiveram fortes altas os preços dos combustíveis (21,1%), chocolate em barra e bombom (13,3%), bolo (12,7%), outras bebidas alcoolicas (12,6%) e refrigerantes e água mineral (12,5%).